Skip to content
Entre Crie sua conta

Diga sim para conquistar seus objetivos
Dicas sobre como organizar seu dinheiro, sair do vermelho, fazer seu dinheiro render e entender o mercado.

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para crescer como empreendedor
Conteúdos práticos sobre como organizar as finanças do seu negócio, começar a empreender, administrar seu negócio e vender mais

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para expandir sua empresa
Conhecimento sobre como impulsionar suas vendas, gerenciar e expandir sua empresa e insights de mercado

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para tecnologia descomplicada
Conteúdos sobre conta grátis, crédito, venda online e física, Pix e tutoriais Mercado Pago

Acesse

Conheça a biblioteca

Guia completo: tudo sobre pagamentos online e soluções Mercado Pago

guia completo sobre pagamentos online - mercado pago

Saiba mais sobre a indústria que tem movimentado bilhões de dólares a cada ano.

Que as compras online deixaram de ser um tabu não é novidade para ninguém. Apesar do grande número de fraudes que ainda faz parte do comércio na internet, as pessoas não deixaram de comprar através de lojas virtuais – e cada vez mais consumidores tem aderido à prática.

De acordo com a 40ª edição do relatório Webshoppers, realizado pela Ebit Nielsen, o comércio eletrônico cresceu 12% no Brasil em 2018, com relação ao ano anterior. No total, foram R$ 53,2 bilhões de faturamento. Para este ano, as projeções são ainda melhores: estima-se um crescimento de mais 12%, totalizando R$ 59,8 bilhões.

No primeiro semestre de 2019, já foram feitos 65,2 milhões de pedidos por 29,4 milhões de consumidores – sendo que 5,3 milhões (18,1%) compraram online pela primeira vez.

Além disso, outra tendência que tem crescido é o chamado m-commerce, ou seja, as compras realizadas via celular. Ao passo que o e-commerce permite compras a qualquer hora, o m-commerce traz a prática a qualquer hora e de qualquer lugar. Neste ano, esse modelo já faturou R$ 9,6 bilhões em 27,2 milhões de pedidos, só nos primeiros 6 meses.

bar-chart

Isso tudo é resultado de um conjunto de fatores que mostra a identidade dos consumidores atuais: o desejo por rapidez, comodidade, diversidade de produtos e facilidade no pagamento. Essas vantagens têm se mostrado superiores à insegurança na hora de fazer transações online, por exemplo, algo que era motivo de impedimento pouco tempo atrás.

E, é claro, com o crescimento expressivo do comércio online, também surgiram novas tecnologias quando se trata da proteção dos pagamentos e dos dados – tanto para quem vende, quanto para quem compra. Hoje, apesar de ainda haver muitos riscos, é possível fazer compras pela internet sem medos e preocupações, e aproveitar todas as facilidades que esse mundo oferece.

Afinal, escolher como quer pagar, com quantos cartões, em quantas vezes, se é no débito ou no crédito, se é via boleto ou, até mesmo, usando um link enviado por WhatsApp ou um QR Code que garante descontos são atrativos que chamam a atenção de qualquer um.

E é isso que possibilitam os pagamentos online. Cada vez mais novidades e facilidades para melhorar a vida dos vendedores e dos compradores, fazendo do e-commerce uma tendência que só tem motivos para crescer.

Para entender os pagamentos online de forma mais profunda, vamos tratar de alguns assuntos interessantes:



Tudo isso para te ajudar a entender como funcionam os pagamentos – e recebimentos – pela internet e como eles ajudam o seu e-commerce a crescer e a fazer parte dos números expressivos que envolvem essa indústria.

Vamos começar?

A evolução da indústria de pagamentos 


Das moedas de ouro e trocas de mercadorias até as carteiras digitais, os pagamentos sempre apresentaram mudanças e evoluíram, em conjunto com a sociedade.

Em 1979, a Visa criou o primeiro terminal de cartão de crédito. Pois é, você não leu errado. Na década de 1980, os pagamentos eletrônicos já faziam parte do varejo e das lojas de tecnologia. Esse foi um grande passo, que tirou os comércios dos papéis e os introduziu à comunicação eletrônica.

É claro que esse processo demorou um pouco para alcançar o mundo todo, inclusive o Brasil, conquistando aos poucos o seu espaço. Mas em um período onde a internet ainda não era uma realidade – pelo menos, não ao público geral –, isso significava a construção de uma rede de transmissão de telecomunicações e gerenciamento de dados para promover eficiência e um serviço de pagamento mais simples e barato.

cloud-computing

Desde então, essa tecnologia só evoluiu, principalmente depois do meio da década de 1990, com a chegada da internet e dos comércios online. Esse ramo de negócio exigia um novo tipo de terminal de pagamento que fosse compatível às suas necessidades.

Daí surgiram novas soluções voltadas especialmente para os comerciantes e seus clientes. Soluções que não brigavam com as grandes indústrias de processamento de pagamentos, mas que facilitavam o seu trabalho. Foi assim que surgiram os gateways de pagamento – os terminais dentro da internet, que adaptavam suas transações para que elas se encaixassem aos processadores já existentes.

O tempo foi passando e o comércio online começou a explodir, e junto com ele as transações repassadas aos processadores de pagamentos. Com esse aumento, a integração passou a ser um desafio, obrigando as empresas que ofereciam tecnologia em transações financeiras online a evoluírem também.

E foi nesse processo que chegamos onde estamos hoje: armazenamento local de dados e poder de processamento, informações criptografadas, tokenização e integração de pagamentos a softwares de ponto de venda.

Agora, qualquer companhia – seja de que ramo for – pode escolher entre uma grande variedade de provedores de pagamento para se adequar às suas necessidades e às de seus consumidores. E isso sem tantos desafios de integração como no começo.

blog_guiacompleto2

 

Por que pagamentos online são necessários?


Assim como em quase tudo que surge, os pagamentos online nasceram para responder às necessidades da própria sociedade. Conforme as relações comerciais foram evoluindo e se aproveitando cada vez mais da tecnologia, a indústria de pagamentos precisou acompanhar esse processo.

E essa evolução ainda não parou. A cada dia são criadas novas soluções para facilitar ainda mais as transações online e aliar facilidade e segurança em todos os processos.

mobileCom uma geração que não anda sem o seu smartphone, é preciso encontrar maneiras de adequar também a prática comercial. Afinal, o que importa hoje é a rapidez, a mobilidade e a facilidade em tudo o que se faz, e as compras não podem ficar fora disso.

Além disso, essa tecnologia responde também aos comerciantes, que precisam de agilidade na hora de receber seus pagamentos e podem fazer vendas, sem se preocupar, durante 24 horas por dia e 7 dias por semana.

As vantagens dos pagamentos online


Agora que já entendemos como chegamos até aqui e por que esse é um momento tão importante na indústria de pagamentos online – e em todo o comércio eletrônico –, vamos falar sobre as vantagens que os pagamentos online trazem

Eles se adaptam sim às nossas necessidades como sociedade, mas como fazem isso, principalmente, para quem vende?

checked Mais rapidez e conveniência


Comparado aos meios de pagamento tradicionais, como dinheiro e cheque, os pagamentos online são muito mais convenientes, já que é possível fazer as transações a qualquer hora do dia e da noite, de qualquer lugar e sem enfrentar filas ou outras dificuldades.

checkedAumento das vendas


A internet faz com que tudo fique exposto a muito mais pessoas. Isso pode ser ruim em alguns pontos, mas com certeza é uma grande vantagem quando se trata de comércio. Diferente de um ponto físico, um e-commerce alcança pessoas no mundo todo e os pagamentos online possibilitam que essas pessoas façam suas transações à distância, sem preocupações. Tudo isso aumenta as vendas.

checkedConfiguração simples e rápida


Com as tecnologias que existem atualmente, é fácil configurar as mais diversas opções de pagamento e disponibilizá-las em uma loja online. Isso ajuda os comerciantes lojistas a se adaptarem às preferências de seus clientes. Não é preciso um grande trabalho para adicionar um novo meio de pagamento. Aliás, muitas plataformas oferecem um pacote completo de opções nativas e deixam que o lojista selecione as que fazem mais sentido para ele, sem dificuldades de configuração.

checked Credibilidade e confiança


Quando se oferece diversas opções de pagamento dentro de uma plataforma integrada ao e-commerce, garante-se mais credibilidade. Afinal, a tecnologia não é só uma facilidade, mas a garantia de que há o esforço em oferecer o que há de mais novo e seguro em transações online. E um cliente que tem seus desejos atendidos e se sente seguro, com certeza tem confiança o suficiente para voltar para uma próxima compra.

checked Mais conhecimento sobre os compradores e suas necessidades


Outro benefício dos pagamentos online é a possibilidade conhecer mais a fundo as preferências dos clientes de cada loja online – qual meio de pagamento preferem, se usam parcelamentos, se se preocupam com o valor do frete, etc. Isso ajuda o gestor a oferecer os meios e facilidades que mais se adequam ao perfil do seu comprador e a atuar em cima disso.

Essa vantagem é ainda mais importante quando se trata de uma nova tendência no mundo digital: o comércio contextual.

O que é comércio contextual e como ele está mudando a forma de comprar


Um termo ainda pouco conhecido aqui no Brasil, mas que expressa profundamente a realidade do consumo atual. De maneira simplificada, o comércio contextual é exatamente o que seu nome diz: comprar em contexto. Ou seja, é fazer uma compra enquanto está fazendo outra coisa.

Por exemplo, enquanto está cozinhando uma receita, alguém percebe que precisa de um utensílio que ainda não tem e faz a compra pela internet naquele momento. É como se a distância entre uma necessidade e o produto que responde a ela diminuísse, e o tempo entre a decisão e a compra também, afinal se compra no meio de um contexto, sem atrapalhar uma ação que já começou.

time-is-money

E isso serve para qualquer coisa, a qualquer hora, em qualquer lugar. Alguns sites, como o Ebay estão investindo em pesquisa visual, por exemplo. Dentro do aplicativo, há uma opção de pesquisa de produtos que permite ver fotos não só postadas pelas próprias lojas online, como também pelos usuários que compraram esses produtos. É como o feed do Instagram, mas voltado completamente para a compra.

Assim, que alguém vê algo de que gostou, clica na foto e já é encaminhado diretamente para a página do produto e pode finalizar a compra. Tão simples e rápido quanto parece.

O comércio contextual tem aumentado a velocidade de um processo que já nasceu para ser ágil, já que diminui ainda mais os atritos durante a compra.

Isso exige um conhecimento ainda maior sobre quem está comprando, quais seus hábitos, que tipo de público é esse, suas preferências, sua idade, os dispositivos que mais usa. São os consumidores mostrando claramente que os vendedores que oferecem conveniência e – ainda mais – rapidez, ganham a sua lealdade.

Somado às bases de dados e ao carregamento de informações já cadastradas, o comércio contextual também permite uma compra com menos passos, deixando o processo ainda mais simples.


Adquirente e subadquirente: o que são e quais as diferenças entre elas?


Para um entendimento ainda mais aprofundado sobre os pagamentos online, é preciso entender quem aprova essas transações e quais os papéis dentro delas. Afinal, são muitas instituições envolvidas, como bandeiras de cartão de crédito, bancos, plataformas.

Dois elementos importantes desse processo são as adquirentes e as subadquirentes, principalmente quando se trata de pagamentos feitos via cartão, que já representam mais de 70% das transações.

checkedAdquirente


As adquirentes são as empresas que fazem a comunicação entre os dados cadastrados pelo comprador, a bandeira do cartão e o banco. São elas que também repassam o valor da compra ao lojista, num período escolhido por ele – que pode variar entre recebimento instantâneo, em 14 dia ou em 30 dias, com taxas específicas para cada data.

O papel das adquirentes é fazer as transações financeiras que envolvem cartão de crédito ou débito.

checked Subadquirentes



Uma solução mais completa para quem quer vender online e receber pagamentos, as subadquirentes fazem a comunicação entre todas as partes envolvidas em uma transação com uma grande vantagem: contam com ferramentas, como sistemas antifraude, que ajudam a garantir a segurança do dinheiro em todos as partes do processo.

Em resumo, as subadquirentes transmitem os dados da transação às adquirentes e liquidam os pagamentos aos lojistas. Com elas, não precisa haver contratos com diversas empresas para oferecer diversos meios de pagamento com segurança, já que todos os serviços ficam unidos em um lugar só.

O processo de comunicação entre adquirentes, subadquirentes, bandeiras de cartão, bancos e lojistas é muito mais rápido do que se imagina. Quando é feita uma compra online, todas essas instituições participam da transação, aprovando ou não aquele pagamento.


A anatomia de um processo de pagamento


Para entender melhor como funciona a comunicação entre todas as partes de uma transação, é importante conhecer a anatomia de um pagamento via cartão de crédito ou débito.

credit-card (1)Isso faz toda a diferença, porque é um processo que não envolve só dinheiro em conta, mas a segurança das informações e a garantia de que não há fraude ou uso indevido de dados.

O processo funciona assim:

  1. O cliente realiza a compra e, na hora do checkout, escolhe o meio de pagamento que vai usar – hoje, uma infinidade de possibilidades pode ser apresentada além do cartão, como o celular com uma ferramenta de pagamento, um smartwatch.

  2. O vendedor confirma o pagamento do produto e envia essa transação à subadquirente, que é a instituição que permite que ele aceite pagamentos eletrônicos.

  3. A subadquirente passa essas informações à adquirente, já garantindo que, de acordo com a sua base de dados e equipe de especialistas, elas estão livres de fraude e são seguras para prosseguir.

  4. A adquirente valida a transação com a bandeira do cartão utilizado e a repassa ao banco.

  5. O banco aceita a transação e comunica as outras instituições no processo inverso – primeiro a bandeira, seguida da adquirente, que informa à subadquirente e que, enfim, repassa a aprovação ao lojista e ao cliente.

  6. Tudo isso acontece em segundos e gera a tão esperada “aprovação do pagamento”.


Segurança online: posso realizar transações sem medo?


Os benefícios das transações online já ficaram bem claros e têm sido aproveitados por milhões de pessoas ao redor do mundo. Mas, mesmo com um crescimento tão expressivo, as fraudes ainda são uma realidade e trazem muita insegurança na hora de escolher receber pagamentos pela internet. Afinal, ninguém quer seu dinheiro, seu negócio e seus dados desprotegidos.

money

O processo de pagamento via cartão de crédito, como já vimos, tenta assegurar ao máximo cada uma das transações, garantindo que todos os meios envolvidos no processo atestem que aquela compra é válida, que o comprador é quem diz ser e tem como pagar pelo que comprou.

A questão é que, ainda assim, as fraudes e o roubo de dados ainda são uma realidade para quem quer aproveitar tudo o que as vendas online têm a oferecer. Mas esse não é o fim. Com alguns cuidados e ferramentas, é possível aproveitar todos os benefícios da internet sem medo.

checkedA segurança da sua conta


Em primeiro lugar, é importante garantir que o seu cadastro na sua plataforma de pagamentos é seguro. E isso pode ser feito de diversas maneiras:

  • Escolha uma plataforma segura: há diversas maneiras de receber pagamentos online atualmente. É importante escolher uma plataforma reconhecida e com experiência no mercado para fazer parte do seu negócio

  • Crie uma senha forte: a combinação de diversas letras e números que não são óbvios pode ajudar

  • Use a autenticação de dois fatores: um processo que, além da senha do usuário, exige um código que pode ser enviado por SMS, e-mail ou ligação telefônica.


    checked Segurança contra fraudes



Para evitar que pessoas más intencionadas e fraudadores afetem as suas vendas, é importante:

  • Contar com um sistema antifraude: muitas plataformas oferecem essa ferramenta gratuitamente, ela previne que compras suspeitas sejam finalizadas

  • Escolher plataformas que ofereçam revisão manual: isso garante que fraudadores sejam bloqueados, mas bons clientes não

  • Guardar todos os comprovantes da venda: notas fiscais, comprovantes de entrega e pagamento, histórico de conversas – tudo isso pode ser uma medida de proteção

  • Conhecer as políticas de proteção: cada plataforma de pagamento conta com uma política diferente de proteção a seus vendedores. Conheça bem a da empresa que você escolheu.


É através desses cuidados e dessas ferramentas importantes que você guarda o seu dinheiro e o seu negócio, e ainda aproveita todos os benefícios da internet para vender mais.


Como entender seus clientes com informações de pagamento


Vendas mais rápidas e mais simples, clientes de qualquer lugar, mais alcance, mais faturamento, muito mais tecnologia. Todos esses são benefícios já ficaram claros sobre a indústria dos pagamentos online e como ela ajuda o e-commerce a crescer mais e melhor.

id-cardMas existe ainda mais um detalhe que a maioria das pessoas desconhece: receber pagamentos pela internet ajuda a ter um cadastro do perfil de pagamento dos seus clientes. Que meio escolhem para pagar – cartão de crédito, boleto, transferência bancária, etc –, se costumam parcelar suas compras, que dispositivo usam para fazer compras – computador, tablet, celular – e muitas outras informações.

Por que isso é importante? Porque ajuda a criar uma estratégia mais assertiva para o seu negócio e evitar compras que não são 100% seguras.

Por exemplo, com as informações de pagamento é possível:


Conhecer o perfil de pagamento dos seus clientes é um segredo importante para ser bem-sucedido no seu negócio. E é mais uma vantagem de escolher receber pagamentos online.


Mercado Pago e o impacto do processamento de pagamentos na economia


Um mercado tão expressivo, que tem apresentado crescimento a cada ano e que envolve – e até determina – a maneira como a população escolhe comprar e pagar pelo que compra pode ter influência em diversas áreas, mas seu impacto na economia é o fator mais importante.

Uma pesquisa feita entre 2011 e 2015 pela Moody’s Analytics revelou que a indústria de pagamentos online aumentou em US$ 296 bilhões o GDP – valor de bens e serviços produzidos por uma nação menos o valor de bens e serviços usados na produção; é um indicador de saúde econômica, assim como o PIB – em 70 países. Isso equivale a uma média de 2,6 milhões de novos empregos criados a cada ano, no período em que o estudo foi realizado.

Esse é só um exemplo do que a indústria de pagamentos pela internet tem movimentado.

Aqui no Brasil, o cenário não é diferente, principalmente quando envolve empresas que englobam todos os benefícios dos pagamentos online em um lugar só, atraindo cada vez mais usuários e movimentando bilhões de dólares em transações. Esse é o caso do Mercado Pago, a maior fintech da América Latina, com atuação no Brasil.

No terceiro trimestre deste ano, foram US$ 7,6 bilhões em volume de pagamentos. 

bitcoin

Um aumento de 66,2% em comparação ao mesmo período do ano passado. Os negócios chegaram ao número de 227 milhões, um crescimento expressivo de 118,5%. Já a carteira digital do Mercado Pago – um dos produtos que a plataforma oferece – alcançou os 6,1 milhões de pagadores ativos.

É muita gente vendendo, comprando e fazendo suas transações financeiras em um único lugar.

Esses números justificam alguns dos benefícios de que já falamos, como:

  • Aumento da confiança de quem compra
  • Construção da confiança
  • Aumento das vendas
  • Pagamentos e recebimentos instantâneos
  • Redução das fraudes
  • Aumento da segurança nas transações

    E impactam, principalmente, a economia brasileira.


O Mercado Pago tem as melhores soluções de pagamentos online para o seu negócio


Usar uma plataforma de pagamentos tão grande e solidificada, com certeza é uma ótima opção para qualquer negócio. Principalmente porque, com tantos anos de experiência, a equipe do Mercado Pago tem desenvolvido as melhores soluções para transações online em e-commerce e pagamentos em lojas físicas.

Algumas das soluções que a plataforma oferece são:

Tudo para que lojistas e empreendedores de todo o Brasil possam vender seus produtos com muito mais segurança, com as menores taxas e com as melhores condições para o seu negócio.

Quer saber mais? Entre em contato conosco e comece hoje mesmo a aproveitar todos os benefícios do mundo dos pagamentos online com Mercado Pago!

 

maiores taxas de aprovação no e-commerce com mercado pago


Escrito por:

assinatura_equipe

Artigos relacionados