Skip to content
Entre Crie sua conta

Diga sim para conquistar seus objetivos
Dicas sobre como organizar seu dinheiro, sair do vermelho, fazer seu dinheiro render e entender o mercado.

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para crescer como empreendedor
Conteúdos práticos sobre como organizar as finanças do seu negócio, começar a empreender, administrar seu negócio e vender mais

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para expandir sua empresa
Conhecimento sobre como impulsionar suas vendas, gerenciar e expandir sua empresa e insights de mercado

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para tecnologia descomplicada
Conteúdos sobre conta grátis, crédito, venda online e física, Pix e tutoriais Mercado Pago

Acesse

Conheça a biblioteca

Finanças pessoais: 5 dicas para evitar imprevistos financeiros

Imprevistos financeiros - como lidar com eles de forma inteligente

Ninguém está livre de imprevistos, mas você pode se organizar para não passar por apertos. 

Um eletrodoméstico que pifa, conserto no carro, emergência médica ou veterinária… imprevistos financeiros são aquelas surpresas desagradáveis que chegam para desequilibrar o orçamento. E, provavelmente, você já passou por alguma dessas situações.

Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 68% dos brasileiros reconhecem que não têm capacidade de lidar com imprevistos financeiros. Apenas 9% afirmam que conseguem arcar com as despesas que fogem do planejamento.

Se você sente que faz parte dessa população que não conseguiu acertar suas finanças, não se preocupe, nós podemos te auxiliar!

Infelizmente, fugir do inesperado é impossível, mas o que você pode fazer é se preparar para não ser pego desprevenido e ter uma reserva para lidar com esse tipo de situação. Algumas atitudes antecipadas podem te ajudar!

 

4 dicas para se preparar para os imprevistos financeiros


Aprenda com dicas práticas como evitar imprevistos financeiros:

  • Anote todos os gastos e quanto ganha em uma planilha

 

O primeiro passo para qualquer pessoa que deseja ter uma vida financeira saudável é a organização. Para isso, é preciso ter na ponta do lápis a quantidade de dinheiro que está entrando e o valor que sai todos os meses.

A próxima etapa é organizar em uma planilha ou aplicativo todos esses números. 

Feita a organização das suas entradas e saídas de gastos, comece a organizar aqueles que podem ser evitados. A lógica é simples: todos temos as despesas básicas que precisamos para viver. São exemplos o aluguel, a conta de água, luz, gás, escola, supermercado e por aí em diante. Esses números, geralmente, temos em mente. 

O que muitas vezes passam despercebidos são os gastos com itens não essenciais, como os valores de delivery, serviços de assinaturas, compras de roupas e calçados, compras por impulso, etc. É importante ter uma ideia realista de quanto esses valores estão comprometendo do seu orçamento.

  •  Reveja seus hábitos

 

Ao registrar seus gastos, fica mais evidente alguns hábitos que podem não ser tão saudáveis do ponto de vista das finanças. Entre eles, as compras parceladas por impulso, por exemplo, que podem virar uma verdadeira bola de neve e comprometer seu orçamento se não for algo que você tenha planejado.

Também fique atento aos prazos de pagamentos – o parcelamento de fatura de cartão de crédito tem uma taxa alta, assim como usar o limite do cheque especial.

Uma boa forma de rever hábito é buscar alternativas saudáveis e mais econômicas para o seu dia a dia, por exemplo, em vez de fazer lanchinhos na rua, considere levar um lanche de casa e programar o seu dia, prefira fazer algumas refeições em casa em vez de ir até restaurantes ou pedir delivery, essas pequenas atitudes contribuem para sua saúde e seu bolso no final do mês.

  • Busque fontes alternativas de renda e aumente suas finanças pessoais

 

Quem é que não gostaria de ver uma graninha a mais entrando todos os meses? Felizmente, existem alternativas que podem te ajudar a engordar o orçamento.

Aí as possibilidades são muitas: vender doces e bolos, vender roupas e acessórios em bom estado que você não usa mais, participar de pesquisas que são pagas. Fazer renda extra é uma possibilidade, mas não uma obrigação! Entenda se isso é possível de maneira saudável para você. 

  • Crie um fundo para imprevistos financeiros 

 

Além de te salvar numa situação não planejada, as reservas de emergência podem até render um dinheirinho extra. Afinal, elas são mais rentáveis do que deixar o dinheiro parado. Basta aplicar em alguma conta digital – que renda a 100% do CDI

Para uma boa reserva, é indicado ter uma soma correspondente de 4 a 6 meses do seu custo de vida.

Mas não desanime se não conseguir guardar tudo isso. O que importa é começar! Mesmo que surja um imprevisto no caminho e você precise mexer nesse dinheiro, ele terá cumprido a sua missão (que é não te deixar no vermelho). 

 

Organize suas finanças pessoais e evite dores de cabeça com imprevistos


Lidar com uma emergência é mais fácil quando você tem uma carta na manga. Assim, você evita muita dor de cabeça, como ficar no vermelho por causa de algo que quebrou ou qualquer episódio inesperado.

Depois de todo o planejamento financeiro, com certeza, qualquer situação surpresa não vai ser motivo de pânico. Afinal de contas, você já sabe para onde correr sem risco de ficar com o orçamento comprometido.

 

Guia Prático Finanças Pessoais


Escrito por:

assinatura_equipe

Artigos relacionados