Skip to content
Entre Crie sua conta

Diga sim para conquistar seus objetivos
Dicas sobre como organizar seu dinheiro, sair do vermelho, fazer seu dinheiro render e entender o mercado.

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para crescer como empreendedor
Conteúdos práticos sobre como organizar as finanças do seu negócio, começar a empreender, administrar seu negócio e vender mais

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para expandir sua empresa
Conhecimento sobre como impulsionar suas vendas, gerenciar e expandir sua empresa e insights de mercado

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para tecnologia descomplicada
Conteúdos sobre conta grátis, crédito, venda online e física, Pix e tutoriais Mercado Pago

Acesse

Conheça a biblioteca

Compra, retenção, troca e venda: as possibilidades das criptomoedas

Uma mão segurando três moedas douradas com os símbolos da Dogecoin, Bitcoin e Ethereum.

Entenda como funciona o mercado das criptomoedas e quais as vantagens que elas oferecem na prática

 

As criptomoedas não são exatamente uma novidade no mercado financeiro. Elas surgiram em 2009 com a criação do Bitcoin e se espalharam pelo mundo todo. Atualmente, é bem comum se ouvir falar em compra, mas nem todo mundo sabe como dar os primeiros passos neste universo de oportunidades.

Com tantas criptomoedas surgindo diariamente, é muito difícil saber todas as informações sobre cada uma delas, afinal de contas, existem hoje mais de 12 mil opções. A princípio, o assunto pode parecer distante, mas a verdade é que só é preciso começar, conhecendo as informações básicas e principais características. 


Como comprar criptomoedas?



O primeiro passo para entrar no mundo das criptomoedas é escolher uma plataforma especializada nesse mercado que permita comprar e administrar esse dinheiro 100% digital. Nesse sentido, opções não faltam, surgindo novas alternativas a cada dia. 

De modo geral, as plataformas funcionam como uma conta digital e uma loja. Depois do cadastro, você pode escolher as criptomoedas que deseja comprar, posteriormente pode guardá-las,  trocar por outra criptomoeda ou convertê-las para o real. 

Na hora de escolher a melhor plataforma, é importante pesquisar sobre seu funcionamento, levando em consideração o histórico e os mecanismos de segurança disponíveis. Algumas, por exemplo, permitem compras com reais, outras só aceitam dólares. Um ponto de atenção são as taxas de transação e depósito. 

Reunindo essas informações, você já consegue decidir qual a melhor alternativa para fazer suas primeiras compras. 


Compra, retenção, troca ou venda: as possibilidades das criptomoedas



Depois que você decidiu onde vai comprar e administrar suas criptomoedas, é preciso definir qual criptomoeda comprar.  Lembrando que é importante fazer uma pesquisa para entender melhor o objetivo da moeda, seus usos, a tendência de valorização e a volatilidade. Assim, é possível escolher de acordo com seu perfil e com o risco que está disposto a assumir.

Então, decida o que irá fazer com elas: se quer apenas comprar e guardá-las pensando no longo prazo ou se pretende explorar as grandes oscilações de curto prazo. Cada um decide o melhor uso de acordo com seu momento financeiro. 

Quem explora essas oscilações de curto prazo é chamado de trader e consiste na pessoa que faz compras e vendas regulares de criptomoedas para ter mais lucro a curto e médio prazo. Funciona quase como a compra e venda de ações, por exemplo. 

O trading ou trade varia conforme o preço de cada moeda. Por isso, é importante contar com ferramentas para saber quais os melhores momentos para comprar, reter, trocar e vender. 

Assim como outros ativos, a compra e venda das criptomoedas funcionam de acordo com a oferta e a demanda. O diferencial é que o mercado é totalmente livre, funcionando 24 horas por dia e sete dias por semana, por isso sem regras que travem grandes oscilações, como ocorre com a bolsa de valores.

Os principais fatores que impactam no valor de uma criptomoeda são: 

 

seta2 Oferta: muitas criptos têm uma quantidade limite para produção, o que as torna cada vez mais escassas, diminuindo a oferta nas plataformas no longo prazo. Considerando isso, pesquise sobre a moeda que pretende comprar para entender melhor sobre esses limites.
seta2 Qualidade do projeto: cada moeda tem uma finalidade e um grupo de desenvolvedores ou curadores. Então, um bom projeto tem maior chance de se valorizar no longo prazo.
seta2 Mídia: a imagem das criptomoedas apresentadas na imprensa, como as menções de alguma delas por alguma celebridade.
seta2 Integração: alguns serviços digitais podem estar vinculados às criptos ou elas podem ser um meio de pagamento de algum deles, por exemplo as gorjetas do Twitter.
seta2 Momentos-chave: eventos relevantes, como mudanças regulatórias, violações de segurança e circunstâncias econômicas. 



Aproveite as possibilidades das criptomoedas



Você pode começar hoje mesmo a explorar as criptomoedas e, aos poucos, aumentar seu conhecimento para melhorar suas decisões e ter mais oportunidades. Comece pelas mais conhecidas (Bitcoin e Ethereum) e explore esse universo.


Escrito por:

assinatura_equipe

Artigos relacionados