Skip to content
Entre Crie sua conta

Diga sim para conquistar seus objetivos
Dicas sobre como organizar seu dinheiro, sair do vermelho, fazer seu dinheiro render e entender o mercado.

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para crescer como empreendedor
Conteúdos práticos sobre como organizar as finanças do seu negócio, começar a empreender, administrar seu negócio e vender mais

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para expandir sua empresa
Conhecimento sobre como impulsionar suas vendas, gerenciar e expandir sua empresa e insights de mercado

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para tecnologia descomplicada
Conteúdos sobre conta grátis, crédito, venda online e física, Pix e tutoriais Mercado Pago

Acesse

Conheça a biblioteca

Como funciona o limite do Pix Mercado Pago?

Tela de celular com Pix aberto

Entenda as novas regras que melhoram a segurança e confira dicas para aumentar sua proteção

 

Desde o lançamento do Pix, as transações dos brasileiros ficaram muito mais práticas e descomplicadas. Não é à toa que, rapidamente, ele superou diversas formas já consolidadas de pagamento. E o números de usuários não param de crescer – 61,4% da população usa os pagamentos instantâneos, somando mais sete bilhões de transações. Também são mais de 340 milhões de chaves cadastradas no sistema, entre pessoas físicas e empresas.

Por conta de toda essa popularidade, o Banco Central criou uma série de mudanças para garantir mais segurança. A seguir, fique por dentro das novidades e entenda os diferenciais do Pix Mercado Pago. 

 

Quais são as novidades para a segurança do Pix? 

Desde outubro de 2021, as novas regras de limite de transferências já estão valendo. Os valores, que antes eram livres, agora têm o limite de R$ 1 mil entre às 20h e 6h, somando todas as transações. Em outras palavras, os usuários precisam se atentar ao valor máximo permitido durante à noite e madrugada. 

É importante destacar que essa mudança vale para as pessoas físicas, não sendo aplicada às empresas que utilizam esse método de pagamento. Caso precise ultrapassar o limite, é possível solicitar à sua instituição financeira pelos canais de atendimento oficial, com 48 horas de antecedência da transação. Mas também existe a possibilidade de cadastrar contas que poderão receber valores maiores nos períodos noturno. 

O objetivo das restrições é garantir a segurança dos usuários. Porém, elas podem ser resolvidas, basta entrar em contato com a sua instituição, se achar necessário. 

 

O que muda nas transferências com Mercado Pago? 

No Mercado Pago, as pessoas físicas podem transferir até R$ 50 mil por dia, já para pessoas jurídicas, o limite é de até R$ 500 mil. Com as novas restrições, é só ficar atento aos horários. 

Resumindo: veja quando as transações não serão concluídas: 

  • Transferências acima dos R$ 50 mil diários das 6h às 20h - no caso de pessoas físicas;
  • Transferências acima dos R$ 500 mil diários das 6h às 20h - no caso de pessoas jurídicas;
  • Transferências acima de R$ 1 mil entre às 20h e 6h - nas contas físicas;
  • Transferências com  um valor maior que o disponível em saldo na conta.

 

Como ter mais segurança ao usar o Pix? 

O limite de transferências noturnas não é a única medida que pode ajudar a deixar o seu dinheiro mais seguro. Saiba mais o que você pode fazer para prevenir golpes no Pix: 

  • Não faça cadastros em sites desconhecidos

Nunca informe dados pessoais (CPF, e-mail, número de telefone, senhas, etc) em sites não confiáveis. Sempre verifique se o endereço está correto e na dúvida entre em contato pelos canais oficiais da empresa. 

  • Cuidado com links suspeitos

Ao receber um link suspeito, como uma oferta muito chamativa, descontos e prêmios, desconfie. Mesmo que seja de um remetente confiável, muitas vezes a pessoa pode ter sido vítima de vírus e nem saber que está enviando as mensagens. 

  • Atenção aos códigos QR e boletos falsos

Um golpe bastante popular é o envio de e-mails com boletos e códigos QR falsos. Todas as informações parecem verdadeiras, mas caso o pagamento seja efetuado, o dinheiro é direcionado para os golpistas. Por isso, verifique se o valor e o destino do dinheiro estão corretos antes de fazer a transferência. 

  • Proteja-se no WhatsApp 

A clonagem do WhatsApp também virou comum – os criminosos se passam por donos da linha pedindo empréstimos para sua rede de contatos. Por isso, nunca forneça códigos de verificação a terceiros.

  • Nunca compartilhe senhas ou dados pessoais por telefone 

Cuidado com telefonemas ou mensagens de pessoas que se passam por funcionários das instituições – os bancos nunca pedem sua senha. Em caso de suspeita, questione o contato pelos canais oficiais. 

  • Conte com o seguro do Mercado Pago 

Fique ainda mais tranquilo usando o seguro Carteira Protegida Mercado Pago. É a primeira solução de conta digital protegida do mercado que disponibiliza seguros para transações via Pix sob ameaça ou coação. 

Aproveite o melhor do Pix com o Mercado Pago 

O  Pix está constantemente se atualizando para oferecer mais segurança, praticidade e inúmeras outras vantagens para os usuários. Para explorar tudo isso, o Mercado Pago acompanha as novidades e faz o que for preciso para você ter mais economias e ficar bem longe de golpes.

 

Pillar - Guia do Pix


Escrito por:

assinatura

Artigos relacionados