Skip to content
Entre Crie sua conta

Diga sim para conquistar seus objetivos
Dicas sobre como organizar seu dinheiro, sair do vermelho, fazer seu dinheiro render e entender o mercado.

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para crescer como empreendedor
Conteúdos práticos sobre como organizar as finanças do seu negócio, começar a empreender, administrar seu negócio e vender mais

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para expandir sua empresa
Conhecimento sobre como impulsionar suas vendas, gerenciar e expandir sua empresa e insights de mercado

Acesse

Conheça a biblioteca

Diga sim para tecnologia descomplicada
Conteúdos sobre conta grátis, crédito, venda online e física, Pix e tutoriais Mercado Pago

Acesse

Conheça a biblioteca

Antifraude Mercado Pago: entenda como funciona

antifraude mercado pago - como funciona o antifraude mercado pago

Segurança nas compras online é tudo! Com tantos dados na internet, garantir que os meios de pagamento sejam seguros é uma prioridade.

Em um mundo digital constantemente em crescimento é natural que cada vez mais pessoas se sintam confortáveis com a compra de produtos e serviços online. O que possibilita isso são os sistemas chamados de online payments ou, como conhecidos no Brasil, meios de pagamento online.
A comodidade, mobilidade e praticidade da compra online influenciam positivamente no número de pessoas que optam pela compra online. É difícil encontrar um parente, amigo ou conhecido que nunca tenha realizando uma compra pela internet. 

Nas compras online, outra prática que tem crescido são as transações via dispositivos móveis. De acordo com o Webshoppers, relatório semestral publicado pela eBit, o primeiro semestre de 2019 registrou um aumento de 57% nos pedidos feitos via smartphones em comparação ao mesmo período do ano anterior. Em faturamento, isso representa um crescimento de 43%. Hoje, metade dos brasileiros já usa o celular para comprar. Por este motivo, as soluções de pagamento online, devem também estender as mãos para os usuários mobile. O que abre muitas brechas, já que a agilidade exigida em processos nesses dispositivos acaba deixando as transações desprotegidas contra fraudes. 
Funciona assim: quanto menos informações você solicita para seu comprador na hora do pagamento - sem uma base de dados que já conta com informações de compras anteriores -, mais difícil fica checar se ele é ou não fraudulento. 
De acordo com a 3ª Edição do Raio-X da Fraude, 1 em 45 compras realizadas no e-commerce em 2018 teve origem fraudulenta. Por isso, antes de tudo, é importante entender os tipos de fraude mais comuns hoje.


Fraudes no e-commerce e prejuízos em vendas online 


Independentemente do tipo de fraude, duas partes sempre estarão envolvidas: loja e comprador. Quando um deles está exposto ou vulnerável, toda cadeia está sujeita à ação da fraude, gerando prejuízos.

Phishing

 

Esse modelo simula o ambiente virtual de uma loja online dentro de um portal ou site malicioso com o intuito de coletar informações sensíveis do usuário, uma vez que, pela semelhança visual com o site original, induz a pessoa a inserir e validar dados, até efetuar as compras. Essas informações são roubadas e utilizadas para realização de transações não autorizadas. 

Fraude Efetiva

 

Similar ao phishing, a fraude efetiva é a forma mais comum de fraude e acontece quando um hacker clona os dados de um usuário por diversos meios - online, máquinas de cartão de crédito ou débito, aproximação -, efetua compras no nome do titular do cartão e altera somente o endereço de entrega. 

Violação de Senha

 

Ocorre quando os dados de acesso à loja virtual, isto é, login e senha, são violados pelo fraudador. Dessa forma, a fraude culmina na alteração dos dados de entrega, a fim de receber o produto em outra data e lugar. É possível que muitas compras sejam fraudadas no portal antes de serem identificadas como não autorizadas pelo dono da conta, prejudicando novamente o lojista, que já terá despachado o produto.

Autofraude

 

Neste caso, o comprador é a figura mal intencionada da equação. Ele realiza a compra normalmente, efetua o pagamento, recebe o produto e, dentro do prazo de 180 dias - garantia do Código do Consumidor -, contesta a compra junto ao seu banco ou operadora de crédito. 

Antifraude Mercado Pago


Por esses motivos é tão importante contar com um sistema antifraude no seu e-commerce, afinal o lojista é sempre prejudicado em transações fraudulentas. Independentemente do tipo de fraude, o produto é enviado ao comprador, antes que todas as medidas de verificação de fraude e verificação pós-compra sejam realizadas junto às operadoras de crédito. E isso resulta em prejuízo financeiro.

Mas, afinal, como se proteger das fraudes contra os meios de pagamento? A resposta é: tecnologia e inteligência artificial.

O Mercado Pago oferece com um sistema antifraude que conta com ferramentas robustas e que aprende e aumenta suas regras conforme a necessidade. Ele usa verificações automáticas e manuais, garantindo que sejam bloqueadas as tentativas de fraude, e não bons pagadores.

O sistema é basicamente uma rede neural composta por um entrelaçamento de vários bancos de dados com múltiplas regras de indexação e relacionamentos dinâmicos. Essa rede é utilizada pelo nosso motor de machine learning para alimentar as árvores de regras de análise de risco, com as mudanças dos padrões comportamentais de cada cenário mapeado em cada regra da árvore. Existe um time todo dedicado somente em evoluir os métodos analíticos da ferramenta e outro somente para guiar o processo de aprendizagem para garantir que falsos positivos não contaminem as análises. 

Depois do preenchimento das informações de pagamento, o processo funciona assim:

  • Quando uma compra é realizada, a inteligência artificial analisa milhares de variáveis, entre elas: interações do usuário, velocidade das transações, histórico de compras, frequência de uso cartão, preferências de entrega, geolocalização, etc. Isso tudo é feito utilizando a rede neural própria do Mercado Pago, que conta com informações de qualquer usuário que já tenha feito uma compra na plataforma. Se estiver tudo certo, a compra é aprovada. Se não, passa para o "second score".

 

  • O "second score" é uma varredura mais profunda ainda das informações, utilizando bases de dados externas. Nesta etapa, as regras para aprovação são um pouco mais severas, já que a intenção é validar a identidade do comprador. Caso ainda haja incertezas, passamos para a revisão manual.

 

  • Neste passo, nossa equipe de analistas especializados faz a checagem manual dos dados apresentados para a compra. Esses especialistas pode validar as informações através de bancos de dados e/ou entrar em contato telefônico para validar ou não o pagamento.

 

Tudo isso acontece em pouquíssimo tempo e procura trazer mais segurança para o lojista nas transações de seu e-commerce. Além disso, o antifraude Mercado Pago conta com validação de transações pelo banco, o que permite que mais transações boas passem para aprovação e validação do meio de pagamento.

O melhor é que esse sistema já está incluso em todas as contas do Mercado Pago, sem valores adicionais. A garantia de vender mais com muito mais segurança inclusive em momentos tão importantes como nas vendas de fim de ano e Black Friday.

Ainda não tem uma conta Mercado Pago? Faça hoje mesmo e garanta a segurança do seu negócio!

 

 soluções-mercado-pago-saiba-mais


Escrito por:

assinatura_equipe

Artigos relacionados